Modo Noturno:

Yellowstone: A Explosiva Estreia da 4ª Temporada

* Contém SPOILERS da quarta temporada de Yellowstone

Pode-se dizer que a terceira temporada de Yellowstone (resenha aqui) foi um grande exercício de criação de tensão, apresentando novas ameaças à família Dutton e terminando a temporada no meio de um aparente ataque coordenado. Os primeiros minutos da quarta temporada mostram a intensa conclusão dos atentados, com Kacey (Luke Grimes) indo à caça dos homens que atiraram em John (Kevin Costner), enquanto Mônica (Kelsey Asbille) e Tate (Brecken Merrill) precisam lidar com um invasor na casa da família. Paralelamente, Rip (Cole Hauser) tenta levar John para um hospital e outros atiradores atacam o alojamento dos vaqueiros.

Algumas escolhas interessantes são feitas aqui. Primeiro, o ataque ao alojamento é mostrado apenas por meio de flashes, não ficando claro exatamente como aconteceu. Não há nada confirmado, mas isso deixa aberta a possibilidade de relevações sobre a ação serem feitas ao longo da temporada. Posteriormente, a narrativa pula um mês para o futuro, mostrando John e Jimmy (Jefferson White) ainda em recuperação.

Também fica o mistério de quem ordenou os ataques, apesar de tudo indicar que a firma Market Equities é a responsável. Jamie (Wes Bentley) parece indeciso e não dá sinais de que tem a frieza necessária para algo tão radical. Seu pai biológico, por outro lado, segue na lista de suspeitos. Já Rainwater (Gil Birmingham) está fora dessa lista, pois ele também está interessado em descobrir quem são os responsáveis, especialmente depois que um jogador em seu cassino começa a se vangloriar de ter ajudado a planejar os ataques.

O trailer lançado junto com a estreia dos dois primeiros episódios da temporada dá a entender que Rainwater realmente descobre quem são os responsáveis e informa a John Dutton. Resta saber se a informação passada pelo bêbado falador é confiável ou, pelo menos, verificável. Inicialmente, sua versão faz sentido, pois seu passado militar condiz com o nível de habilidade tática e precisão que os atiradores mostraram ao enfrentar Kacey e os outros policiais. Porém, só porque a história “faz sentido” não quer dizer que seja verdade.

Enquanto John se recupera, a série volta para seu ritmo normal de acontecimentos, mostrando planos sendo montados, ameaças sendo feitas e novos personagens sendo introduzidos. Caroline Warner (Jacki Weaver) é a nova CEO da Market Equities e adota uma abordagem bem menos agressiva que a de sua antecessora, Willa Hayes (Karen Pittman), que já falava em tratar a situação como se fosse uma “negociação de petróleo no Oriente Médio”. Resta saber se Warner seguirá tão “pacifista” se os Dutton partirem para o ataque contra ela, responsabilizando-a pelos atentados.

No segundo episódio, Taylor Sheridan, co-criador e roteirista da série, mais uma vez faz uma participação na frente das câmeras, interpretando o vaqueiro Travis Wheatley. É com sua ajuda que John pretende tornar a marca Yellowstone conhecida no ramo de cavalos, com o intuito de ganhar dinheiro rapidamente. Vale lembrar que na temporada anterior, apesar dos problemas financeiros, os Dutton recusaram uma oferta de incríveis 500 milhões de dólares por parte de suas terras. Porém, enquanto eles estão tentando manter a integridade da propriedade, o dinheiro precisa vir de algum lugar.

Por fim, o primeiro episódio da quarta temporada inclui um flashback que mostra a fazenda dos Dutton em 1893, com um antepassado de John tendo que lidar com indígenas que acamparam em sua terra. Seu nome é James Dutton (Tim McGraw) e ele será um dos protagonistas da série Y: 1883, que mostrará como a família chegou na região e estabeleceu a fazenda que já tem por volta de 130 anos de idade. Junto com a estreia, foi lançado o primeiro trailer dessa nova série, que estreará em 19 de dezembro de 2021.

 

Siga ou compartilhe: