Modo Noturno:

Crítica: Rezar e Obedecer

Keep Sweet: Pray and Obey, EUA, 2022


Netflix · Trailer · Filmow · IMDB · RottenTomatoes

★★★★☆


Para quem já acompanha séries e filmes sobre seitas, Rezar e Obedecer apresenta poucas novidades em relação às técnicas de dominação empregadas pelo líder abusador. O que a série documental faz de novo é mergulhar na realidade do dia-a-dia da Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (FLDS) e registrar as histórias de algumas das vítimas dos abusos da organização. No geral, os quatro episódios deixam bem claro o quão profundo é o domínio de Warren Jeffs sobre os membros da seita e o quão longe ele foi em suas práticas abusivas.

rezar e obedecer 1

O caso da FLDS já havia sido mostrado rapidamente em um dos episódios de Por Dentro da Mente do Criminoso (Netflix), apresentando um cenário bem familiar. Assim como em Colônia Dignidade (Netflix) e Wild Wild Country (Netflix), há uma propriedade rural em um local isolado. Assim como em The Way Down (HBO Max) e The Vow (HBO Max), há um líder considerado um profeta. Assim como em Colônia Dignidade e The Vow, há abusos sexuais justificados ou encenados como rituais sagrados. Assim como em The Way Down, há promessas de salvação para os obedientes e ameaças de condenação eterna para quem não fosse 100% fiel ao líder, com direito a testes de fidelidade.

Há também o templo grandioso e imponente, que chama a atenção mesmo quando visto de longe. Há a exploração do trabalho dos fiéis, que, assim como em outros casos, se torna uma das principais fontes de renda da igreja. E, para completar, há o total controle sobre as informações que os seguidores podem consumir, evitando que eles entrem em contato com mídias “do mundo” e colocando o “profeta” como única fonte confiável de conhecimento.

Essas características também foram comuns em outros casos da vida real, como a Família Manson, o Ramo Davidiano e o Templo do Povo dos Discípulos de Cristo, que resultou no maior suicídio coletivo da História. Junto com a história da FLDS, esses outros casos são abordados no terceiro episódio de Por Dentro da Mente do Criminoso.

Um dos aspectos que mais impressionam em Rezar e Obedecer é o quão firme é a crença dos seguidores. Assim como no caso mostrado em Colônia Dignidade, as pessoas que já nasceram dentro da seita não tinham a menor chance de pensar diferente do que lhes foi ensinado, pois simplesmente não tinham com o que comparar. Para a maioria deles, as ideias de que Jeffs é um profeta e de que eles são um povo escolhido são inquestionáveis. Foi justamente por isso que, em determinado momento, Jeffs expulsou qualquer membro que pudesse ter algum pensamento independente, classificando-os como “apóstatas”.

rezar e obedecer 2

O controle absoluto sobre a visão de mundo dos seguidores permitiu que ele levasse as práticas poligâmicas do grupo ao extremo, decidindo quem se casaria com quem e transferindo mulheres para outros maridos. Ainda mais chocante era a forma como ele forçava meninas menores de dezesseis anos a se casarem e a se submeterem sexualmente ao marido. Jeffs ia ainda mais longe em um “altar” construído em seu grande templo, realizando práticas reveladas de forma chocante no último episódio de Rezar e Obedecer.

Assim como nas outras séries documentais, vários ex-membros da seita dão seus depoimentos e relatam não apenas como era a vida dentro da organização, mas também quais foram os gatilhos que os fizeram sair ou serem expulsos do grupo. Por meio deles, é possível entender como o “excêntrico” grupo poligâmico se tornou o reino de terror de um único homem. Depois da morte de seu pai, que era o líder anterior, todo o egocentrismo, toda a imaturidade e toda a insegurança de Jeffs se manifestam como uma necessidade quase patológica de controlar tudo e todos, tornando-o um frio e cruel manipulador da fé.

Rezar e Obedecer é mais uma ótima, aterradora e didática série documental sobre o funcionamento das seitas e sobre as mentalidades por trás delas, nos lembrando da fragilidade da mente humana e dos nossos sistemas de crença. Seitas como essa existem nos EUA, no Brasil e em várias outras partes do mundo, nos mostrando que tudo o que é necessário é um líder fanático e pessoas desesperadas ou desinformadas o suficiente para segui-lo.

Siga ou compartilhe: